Receita da Semana: Sanduíche de Croissant com Champignon de Paris e Brie

IMG_20150817_192015

A chef Sandra Romansini caprichou nos queijos e vinho para receber a empresária de moda Clau Barbosa. E ainda preparou um elegante e delicioso Sanduíche de Croissant enquanto comentavam o filme Prêt-À-Porter, de Robert Altman.

A receita é super fácil e está logo abaixo, para você não passar vontade! Se tiver alguma dúvida, basta rever o programa no domingo ou aqui pelo site da TV Rede Paulista.

IMG_20150817_192103

Sanduíche de Croissant

recheado com Champignon de Paris e Brie

 

Ingredientes para o Croissant:

Massa folhada congelada

Gema batida para pincelar

Preparo:

Descongele a massa naturalmente

Corte em triângulos

Enrole o croissant partindo da do lado maior para o mais fino

Pincele com gema

Leve ao forno para assar em forno 180 C por 30-40 minutos ate dourar e folhar.

Retire e deixe esfriar.

Ingredientes do Recheio:

30 ml de Azeite

5 gramas de cebola picadinha

5 g de alho picadinho

300 g Mix de Cogumelo de Paris fatiado, shitake shimeji

Ervas de Provence a gosto

Sal a gosto

Pimenta branca a gosto

300 gramas de Queijo Brie

Salada

Preparo:

Aqueça o azeite e doure o alho e a cebola, acrescente os cogumelos e refogue rapidamente.

Tempere com sal, pimenta e as ervas.

Montagem:

Abra o croissant, recheie com cogumelos, coloque uma fatia generosa de queijo Brie, e salada.

Receita da Semana: Fish and Fries

20150713_205853_resized

No Temperos de Cinema desta semana a blogueira Fernanda Wabel falou sobre o filme Footloose e foi recebida pela chef Sandra Romansini com um delicioso Fish & Fries, um prato tipicamente inglês mas que também faz o maior sucesso nos Estados Unidos.

E para fazer o seu próprio Temperos de Cinema em casa, aí vai a receita desse prato que agrada todos os paladares:

20150713_215827_resized_1

Ingredientes:

4 porções de filé de peixe (hadoque, linguado ou pescada branca)

Farinha para polvilhar

 

Massa para empanar:

170g de farinha de trigo comum

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 garrafa pequena de cerveja

Suco de meio limão

Sal e pimenta

 

Para as batatas:

  • 1,5 Kg de batatas descascadas e cortadas no sentido vertical

Óleo para fritura de boa qualidade

 

Modo de preparo:

Esquente o óleo em uma panela ou em uma fritadeira elétrica. O óleo deverá atingir a temperatura aproximada de 190ºC. Descasque as batatas e corte-as no sentido vertical em pedaços largos. Enxágue-as e seque-as antes de fritar. Frite as batatas por, aproximadamente, 3 minutos, até que elas fiquem macias (mas não douradas). Escorra a gordura, seque em papel absorvente e reserve.

Acrescente farinha a um prato e polvilhe os filés por inteiro. É muito importante que o peixe esteja bem coberto para evitar o escorrimento da massa que empana os peixes durante o processo de fritura. Para preparar a massa de empanar, acrescente farinha, bicarbonato de sódio, sal e pimenta em uma vasilha grande. Coloque a cerveja gradualmente, até que você tenha uma massa grossa e uniforme. Misture até obter uma massa homogênea, sem caroços. Cubra por inteiro os files com a massa de empanar. Abaixe um pouco o fogo até a temperatura de 160ºC e frite os filés.

É importante fritar um filé de cada vez. O processo de fritura deve levar de 6 a 10 minutos, dependendo da espessura do filé. Reserve os filés e coloque-os no forno para que não esfriem.< /p> Aumente mais uma vez a temperatura do óleo (aproximadamente 190ºC) e volte a fritar as batatas até que fiquem bem douradas e crocantes. Sirva imediatamente com molho tártaro.

20150713_215751_resized_1

 

Footloose, Filme da Semana em Temperos de Cinema

Footloose-la-colonna-sonora-del-1984

Os Embalos de Sábado a Noite (Saturday Night Fever) de 1977, fez tanto sucesso que deu início a uma nova série de filmes musicais que exaltavam uma geração que se expressava através da dança. Entre eles: Grease (1978), Fame (1980), FlashDance (1983) e Footloose (1984).

FootLoose_Still_008

Dirigido por Herbert Ross e estrelado pelo então aspirante a galã Kevin Bacon, Footloose era um filme de baixo orçamento e sem grandes expectativas mas caiu nas graças do público e tornou-se um grande sucesso comercial.

Grande parte do sucesso do filme se deve à sua trilha sonora. Seis das nove faixas da trilha ficaram entre os 40 Top Hits da temporada, três delas de Kenny Loggins: a faixa-título saltitante, a balada “Almost Paradise” e “Let’s Hear It for the Boy“, interpretada por Deniece Williams, alcançou o Top 10 e fez muita gente dançar no mundo todo.

xbqi2

O sucesso da trilha de Footloose foi tão grande que ganhou duas indicações ao Oscar e 1 ao Globo de Ouro. Mas a crítica foi rigorosa quanto ao filme. O enredo bobinho conta a história de um rapaz urbano que se muda para uma cidade do interior onde era proibido dançar. Apaixonado por música ele resolve lutar contra essa lei estranha e acaba conquistando a filha do pastor que proibia os jovens de dançar.

Mas se a crítica torceu o nariz, o público adorou o longo vídeo clip formado por muitas sequências coreográficas.

640xNxFootloose-2.jpg.pagespeed.ic.6xNy8YQlJ8

O esforçado Kevin Bacon, até então com pequenos papéis em filmes de pouco sucesso, não tinha o charme e a sensualidade de um John Travolta mas era um simpático e comum garoto americano típico, o que criou uma identidade forte junto aos jovens da época.

No elenco de Footloose encontramos também uma jovem Sarah Jessica Parker que, interpretando uma garota muito chata, deu um grande salto para uma carreira de sucesso.

footloose nikes

Outro destaque em Footloose são os tênis Nike. Merchandising ou não, eles aparecem com direito a close em várias cenas.

O filme ganhou um remake em 2011 mas este não chegou nem de longe ao sucesso do original que encanta até hoje, 31 anos depois, todos aqueles que curtem curtem os anos 80. Até mesmo os que nasceram bem depois.

Footloose

 

Filme da Semana: O Grande Gatsby

21000285_20130419214853894

O Grande Gatsby de 2013, dirigido por Baz Lurhmann, é a quarta versão cinematográfica para o clássico texto de F. Scott Fitzgerald, publicado em 1925.

o-grande-gatsby-2

Famoso por seus filmes com forte inclinação musical e trilha sonora eclética, como Moulin Rouge e Romeu & Julieta, o diretor australiano repete a fórmula em O Grande Gatsby para contar uma história de amor e de amizade, em cenários fantásticos e figurinos altamente luxuosos que incluem grifes como Prada e Tiffany’s.

conteudo_77722A trama gira em torno da amizade entre um aspirante a escritor Nick Carraway (Tobey Maguire) e seu misterioso vizinho Gatsby (Leonardo DiCaprio). Apaixonado desde a faculdade pela prima do escritor, Daisy Buchanan (Carey Mulligan), Gatsby que era um jovem pobre torna-se um homem muito rico e volta para tentar conquistar sua amada. Nick resolve reaproximar os dois ignorando o fato da prima já estar casada. E a história tem um fim trágico mas que perpetua a história de amor levada às últimas consequências.

the_great_gatsby_2013_movie-wideO grande destaque da trama e do filme são as incríveis festas que Gatsby promove para chamar a atenção e conquistar sua amada. Além disso, a trilha sonora traz Jay-Z, Beyoncé, Lana Del Ray, Jack White e muito Hip Hop como o equivalente contemporâneo à efervescência do Jazz da década de 20.

O-Grande-Gatsby-26abr2013-09

Apesar da direção de arte impecável e do belo trabalho do elenco, o filme recebeu duras críticas quanto à direção. Lurhmann optou por uma velocidade acelerada no filme, não permitindo a apreciação de detalhes das cenas e ignorando as sutilezas do texto de Fitzgerald.

todas-as-joias-de-o-grande-gatsby_6

Apesar de ter estreado sem grandes expectativas de faturamento, o filme foi um sucesso de público e faturou perto de 350 milhões de dólares, perdendo somente para o Homem de Ferro no período em que ficou em cartaz.

THE GREAT GATSBY

Lurhmann é mesmo um diretor que provoca reações variadas a cada filme que lança mas sua versão de O Grande Gatsby merece ser assistida por muitos motivos, até mesmo pelos que não são fãs do diretor.

Filme da Semana: Lili Marlene

18445361.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-20050902_055351

Inspirado na autobiografia da cantora Lale Andersen, “Lili Marlene”, de 1981, é uma das obras primas de Rainer Werner Fassbinder, em sua fase histórica, onde ele expõe sua visão irônica sobre a Alemanha no período nazista.

O enredo gira em torno de Wilkie (Hanna Schygulla) que se torna a cantora mais famosa da Alemanha de Hitler após gravar a canção Lili Marleen. Contudo fama não lhe traz a felicidade e ela vive um romance proibido com Robert (Giancarlo Giannini), um músico judeu da resistência contra os nazistas.

Na vida real Wilkie é Lale Andersen, famosa por gravar a música composta sobre o poema escrito em 1915 por Hans Leip, um soldado de 21 anos que estava em campo de batalha na Primeira Guerra Mundial.

lili-marleen

A música foi transformada em propaganda hitlerista convocando os jovens para a Segunda Guerra mas Lale foi foi pega com uma carta de um amigo judeu, que pedia sua ajuda para escapar da Alemanha. Ela foi presa e tentou o suicídio. A notícia correu mundo e Goebels obrigava Lale Andersen a se apresentar semanalmente na Gestapo e a proibiu de cantar publicamente.

O mais irônico sobre essa canção é que ela serviu de motivação para os dois lados na Segunda Guerra Mundial. Na América, a diva Marlene Dietrich sofria ataques por sua nacionalidade alemã, em resposta ela se ofereceu para ir ao front cantar para as tropas aliadas e o ponto alto de sua apresentação foi exatamente a canção Lili Marleen.

lilimarleen2

 

“Lili Marlene” marca também uma grande mudança estética na obra de Fassbinder que passa a contar com a colaboração de Xaver Schwarzenberger na direção de fotografia. As imagens ganham fortes contrastes de cores, pontos de luzes cintilantes e uma paleta de cores intensa e emocional.

Receita da Semana: Filet à Parmeggiana

A chef Sandra Romansini preparou um Filet à Parmeggiana para receber a publicitária e empresária Mariana Bardi, que escolheu o filme Toy Story para marcar sua participação no programa.

Mariana é a criadora da empresa InstaWood Objetos Personalizados, que faz as cobiçadas bandejas que os convidados do Temperos de Cinema recebem no final de cada programa.

mariana bardi

Para preparar esse prato em sua casa, basta pegar a receita abaixo e ver o passo a passo no programa disponível no site da TV Rede Paulista (clique aqui).

File a Parmeggiana

Receita:

6 Filés  de mignon

300 gramas de muçarela fatiada

02 dentes de alho picadinhos

Sal e Pimenta-do-reino a gosto

02 ovos batidos

3 xícaras (chá) de farinha de rosca

Óleo, o necessário para fritar os bifes

 

Modo de preparo dos filés

Tempere os filés com sal, pimenta e alho, passe nos ovos batidos e depois nos ovos batidos, passe na farinha de rosca, aperte bem, guarde na geladeira até preparar o molho.

Frite a 185°C. Deixe dourar por um minuto e meio de cada lado. Coloque sobre papel-toalha para tirar o excesso do óleo

 

Preparo do Molho

10 ml de azeite

30 gr  manteiga

20 gramas de alho picadinho

1 kg de tomates para molho picados em cubos

50 g de purê de tomates concentrado

1 colher de (café) de orégano fresco

1 colher de (café) manjericão

Sal a gosto

Modo de preparo do molho

Aqueça a manteiga com o azeite e doure o alho, coloque o tomate e o molho de tomate, deixe cozinhar por 5-8 minutos em fogo baixo, acerte o sal e coloque o manjericão e o orégano.

 

Montagem:

Em um refratário disponha os filés à milanesa coloque um pouco de molho, cubra com queijo muçarela e salpique orégano. Leve ao forno para gratinar

Os Homens Loucos da Madison Avenue

9

O que mais chama a nossa atenção na série Mad Men são os excessos, evidenciados principalmente no consumo de cigarros e bebidas como símbolos de uma sociedade baseada na aparência e no consumismo.

Ambientada nos anos 60, a série gira em torno dos profissionais de uma grande agência de publicidade instalada na Madison Avenue, endereço de todas as grandes agências em Nova York naquela época, o que inspirou o trocadilho que dá nome à série e traduz perfeitamente o perfil dos personagens.

madmen

Os homens loucos da Madison são criativos, ambiciosos, vorazes, imorais, divertidos, sedutores, elegantes, ostensivos, egocêntricos, insatisfeitos…. e, principalmente, fumam e bebem compulsivamente.

Depois de 7 temporadas, 92 episódios e 3 Globo de Ouro Consecutivos como melhor série dramática (2008, 2009 e 2010), Mad Men passa a integrar o Olimpo das produções para tv por assinatura e canais stream, gênero que vem desbancando nos últimos anos até as produções de Hollywood.

mad-men

 

Don Draper, o personagem central da trama, é um prodigioso e misterioso diretor de criação de uma grande agência de publicidade. Homem difícil e genioso, que esconde seu passado, ele é um anti-herói que mesmo em seus momentos mais canalha é extremamente cativante. E o mesmo acontece com todos os outros personagens que compõem o universo de Draper.

Dentro de cenários perfeitamente elaborados e sob figurinos impecavelmente elegantes, os atores mergulham profundamente em personagens ambíguos e absolutamente reais apesar de fictícios. E esse é um dos grandes trunfos dessa série criada e produzida Matthew Weiner.

mad-men-wallpaper

Mas Mad Men reúne também, em uma receita perfeita para o público ao qual se destina, a nostalgia de uma época onde tudo parecia bem mais fácil e glamuroso.

 

 

 

Relembrando o Central Perk e a Série Friends

1394204_648643831834788_1126831447_n

Um bom café acompanhado de guloseimas e um bom papo são certamente a melhor receita para celebrar uma amizade. Não é à toa que as cafeterias são o ponto de encontro de amigos em várias partes do mundo.

E isso não é de hoje. Consta que no fim do século 19 o pintor Édouard Manet tinha seu estúdio próximo ao Café Guerbois, em Paris, e ali se encontrava com Auguste Renoir, Paul Cézanne, Edgar Degas e outros grandes artistas da época.

No começo do século passado Jean Paul Sartre e Simone de Beuvoir faziam do Cafe de Flore, também em Paris, uma extensão do apartamento onde moravam e era lá que eles trabalhavam e recebiam amigos.

1380086_648644181834753_626534984_n

O hábito de frequentar Cafés está tão arraigado ao estilo de vida urbano que a série de TV americana Friends girou grande parte de sua trama dentro do Central Perk, um pequeno e charmoso café, bem ao estilo novaiorquino.

1385671_648644108501427_689760366_n

A série criada por David Crane e Marta Kauffman, fez um sucesso sem precedentes e ficou 10 anos no ar, de 1994 a 2004, contando as aventuras e desventuras de um grupo de 6 amigos que se conheceram em Nova York e moravam próximos ao Central Perk Café, naturalmente eleito como a sala de estar de Rachel, Monica, Ross, Joey, Phoebe e Chandler.

1383568_648644011834770_388078667_n

Os atores que protagonizavam a série eram relativamente desconhecidos até então mas Friends fez de Matt LeBlanc, Lisa Kudrow, Courteney Cox, Jennifer Aniston, David Schwimmer e Matthew Perry personalidades de projeção mundial e altíssimos salários. Curiosamente só Jennifer Aniston conseguiu manter o status de estrela após o término da série.

friends

E qual fã do seriado nunca sonhou em frequentar o Central Perk Cafe e de repente esbarrar com a turminha de Friends? A jornalista Diná de Melo é tão fã que não pensou duas vezes para escolher a série que gostaria de comentar no Temperos de Cinema.

O bate papo da chef Sandra Romansini com Diná de Melo vai ao ar amanhã, 22 de agosto, a partir das 19h30 pela TV Rede Paulista. E a receita é um maravilhoso Frapé de Café!

 

Receita da Semana: Espaguete de Abobrinha com Camarão

tables' chef 2

O chef Fernando Viana, convidado especial da semana, dividiu a cozinha com a chef Sandra Romansini e enquanto falavam sobre a série Chef’s Table, da NetFlix, prepararam um delicioso Espaguete de Abobrinha com Camarão.

Sim, você leu corretamente, o espaguete é feito com abobrinhas raladas em forma de espaguete! Coisas de chefs, não é mesmo? Mas no Temperos de Cinema eles ensinam todos os segredos e você pode preparar em sua casa também.

Pegue a receita e assista o programa pela TV Rede Paulista para ver o passo a passo deste prato surpreendente, fácil de fazer e muito saboroso.

 

Ingredientes

12 camarão rosa

2 abobrinha grande

1 cebola picada

3 dentes de alho

salsinha picada

sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo

Ralar duas abobrinha no mandolim em formato de espaguete e reservar .

Picar a cebola em cubinhos pequenos ,picar o alho e salsinha,

Em uma panela adicione um fio de azeite com a metade da cebola picada e o alho picado adicione os camarão tempere com sal e pimenta do reino a gosto fritar por quatro minutos e reserve.

Em outra panela adicione um fio de azeite juntamente com o restante da cebola e o alho fritar ate dourar adicione o espaguete de abobrinha e da uma leve salteada com cerca de um minuto estando pronto adicione os camão a salsinha picada e o suco de meio limão siciliano.

porção serve 2 pessoas

1