Arquivo da tag: Jardim Botânico

Entrevista: Primavera

João Vitor Trevizan e Camila Munhoz contam um pouco sobre “Primavera”.

Dois desconhecidos se apaixonam quando uma casualidade do destino resolve colocá-los na mesma estrada. Sim, a premissa parece de comédias românticas, mas esse é o mote de “Primavera”, que poderá ser visto pela TV Rede Paulista a partir de 05 de dezembro. Estrelado por Camila Munhoz e João Vitor Trevizan, você confere agora uma entrevista com os dois contando um pouco da trama.

 Fale um pouco do seu personagem. Como o construiu?

Camila Munhoz: A Luísa teve uma desilusão amorosa no passado que não superou até hoje, por isso ela não acredita no amor. Me baseei nos meus relacionamentos passados para tentar entender o sentimento da personagem e junto construir esse ódio que ela têm em relação ao amor.

João Vitor Trevizan: Interpreto Arman, um rapaz apaixonado que veio de muito longe para encontrar com a mulher de sua vida. Ele é de uma outra cultura, eu tive que estudar como seria viver em outro lugar e como seria uma pessoa que é guiada totalmente pela emoção.

A história central é de um rapaz que vem atrás de uma moça que conheceu pela internet, mas que acaba se perdendo. Na história sua personagem o ajuda, você faria o mesmo?

 Camila Munhoz: Sinceramente, só se eu tivesse tempo. Apesar de gostar muito de ajudar as pessoas, o máximo que eu faria seria levar até o terminal de ônibus e desejar boa sorte.

 Arman conhece uma garota pela internet e vem atrás dela. Você seria capaz de tal ousadia?

 João Vitor Trevizan: Sim, mas eu ficaria desmotivado se a pessoa morasse muito longe, eu teria que achar ela realmente especial.

 Nos dias de hoje, com várias pessoas se conectando através da internet e se apaixonando sem contato físico, vocês já passaram por algo assim?

 João Vitor Trevizan: Apaixonar não, mas já conversei com pessoas interessantes apenas pela internet, mas não desenvolvi nada mais do que amizade.

 Camila Munhoz: Sim, conheci meu atual namorado pela internet.

 Como foi fazer parte desse projeto, que homenageia os 360 anos de Jundiaí?

 Camila Munhoz: Foi uma experiência única e inesperada. Nunca imaginei fazer algo para televisão e espero poder ter outras oportunidades como essa, ainda mais por se tratar de um projeto para minha cidade natal.

 João Vitor Trevizan: Foi uma experiência realmente incrível e nova para mim, sempre atuei em peças de teatro e essa foi a minha primeira vez que faço uma gravação para televisão, me sinto feliz por participar dessa homenagem para a cidade e de trabalhar com uma equipe fantástica.

 O que podemos esperar de “Primavera” e do especial O Amor e a Cidade?

João Vitor Trevizan: O amor em suas diversas formas sendo apresentadas em emociantes histórias, na primavera teremos a paixão e a desconfiança andando lado a lado.

 Camila Munhoz: Assim como na primavera, veremos o desabrochar não só da flora terrestre, mas também do sentimento que é tema da série.

 Primavera faz parte do especial #OAmoreaCidade estreia dia 05/12 às 18h pela TV Rede Paulista, canal 22 da Net, via UHF, CaboJundiaí e pelo site oficial da emissora. Saiba mais em Facebook Home 21 e Instagran.

Preparação de Elenco: A arte de extrair emoções

Sob os cuidados de Eliane Lucenti, atores puderam desenvolver suas habilidades para tramas específicas do especial.

Em O Amor e a Cidade, cada gesto, palavra ou até postura do elenco foi pensado nos mínimos detalhes para que cada história se tornasse o mais crível possível. Sob os cuidados da preparadora de elenco, Eliane Lucenti, os atores puderam desenvolver suas habilidades e dar o seu melhor.

Confira agora uma entrevista com Eliane, que conta como foi a preparação dos atores para o especial da TV Rede Paulista.

 1.  Cada ator tem seu tempo e maneira de conduzir o personagem, como você consegue extrair o que se espera dele, segundo especificações da direção ou até mesmo do roteiro?

Não existe uma fórmula mágica, é mesmo caso a caso, mas o que faço é estar ao lado do ator nesse mergulho de pesquisa da personagem, porém sem invadir seu espaço no processo, colaboro levantando questões, oferecendo ferramentas para que ele possa sentir-se mais seguro. Vejo como uma costura que leva em conta todas as questões dramáticas, não pode ser forte de mais para que não deixe de levar em conta o trabalho e a autenticidade do ator, mas que seja firme o suficiente para unir as partes e chegar no melhor resultado possível.

  1. Qual é a maior preocupação ou dificuldade que se teve durante a preparação do elenco do especial?

Este trabalho foi um desafio para toda a equipe pois reuniu uma gama de situações, desde atores profissionais já acostumados com as lentes até marinheiros de primeira viagem! Meu maior desafio foi tentar equalizar tudo isso, espero ter conseguido.

 3. Qual a importância da preparação de elenco durante o processo?

Fundamental em algumas situações, pois trabalha para o melhor desempenho do ator na atuação de seu papel, ajudando o ator a compreender o corpo, a voz e a consciência da personagem para a construção de um fazer orgânico, carregado de verdade.

  1. O que o público pode esperar de O Amor e a Cidade?

Um trabalho artístico feito por corações apaixonados por seu trabalho e por esta cidade, que se dedicaram ao máximo para presentear todo o povo jundiaiense com histórias encantadoras.

O Amor e a Cidade estreia dia 05/12 às 18h pela TV Rede Paulista, canal 22 da Net, via UHF, CaboJundiaí e pelo site oficial da emissora. Saiba mais em Facebook Home 21 e Instagran.

Tudo de verdade

Produção foge de estúdios e cenários prontos, para que o telespectador possa se identificar e visitar lugares comuns da cidade.

“Fuja do padrão”, esse é o lema que a produção de #OAmoreaCidade colocou para si própria quando começou a desenvolver o projeto. Diferente de outras produções, que tem a maioria das cenas gravadas em estúdio e algumas realizadas em lugares reais, O Amor e a Cidade é totalmente realizada em lugares que os jundiaienses passam diariamente.

A proposta de gravar “em loco” surgiu da vontade de aproximar o telespectador para as histórias que serão ambientadas nas quatro estações do ano, em lugares já conhecidos.

Jardim Botânico e Serra do Japi são cenários fundamentais para a história da Primavera.

IMG_0975

IMG_0971

foto 1

Já o Bamboo, tradicional restaurante da cidade, que fica localizado na Rua Anchieta n° 679, foi palco para uma das cenas de Inverno. A história também teve cenas rodadas no centenário teatro Polytheama, que possui 1124 lugares.

IMG_1298

IMG_1379

Camera360_2015_10_3_111137

IMG_1320

IMG-20151011-WA0018

IMG-20151011-WA0012

A Construtora Santa Ângela, que desde 1983 investe em Jundiaí, apoiou a Home 21 nas gravações de Meia Estação, uma história emocionante sobre a disputa pela guarda de uma linda garotinha. Quer conhecer o local onde a história se passa? Clique aqui

IMG_1337

Sight_2015_10_08_102326_033

IMG_1307

Sight_2015_10_08_112050_104

IMG_1311

IMG_1305

Ponto de encontro de jovens em Jundiaí, o Maxi Shopping Jundiaí  foi a locação ideal para as cenas de Edu, Júlia e demais personagens da história de Verão. O Shopping que possui mais 240 lojas, cinemas e praça de alimentação, não poderia deixar de ser palco dessa linda história.

IMG_1715

IMG_1734

IMG_1749
Fotos: Adão Mota // Matheus Martins // Helena Landim // Bianca Aguila

Quer saber mais? Não deixe de nos seguir no Instagram e curtir a pagina Oficial da Home 21 no Facebook.